Novo Museu de História Natural de Curitiba

O complexo do Jardim Botânico, um dos principais cartões postais de Curitiba, ganhará um aumento de área com o projeto da nova sede do Museu de História Natural da Capital, no local onde até então existiam um hotel e um posto de gasolina.

 Uma votação no dia 17 de Janeiro desse ano (2020), já deu o primeiro passo para a realização do projeto, aprovando a aquisição dos lotes com um área de 4.817,5 m². As instalações irão reunir os acervos do Museu de História Natural do Capão da Imbuia, do Museu Botânico Municipal e da Universidade Federal do Paraná (UFPR) em um espaço totalmente novo.

Referência nacional para pesquisadores, o Museu de História Natural já sediado na cidade desde 1981, desenvolve trabalhos nas áreas de fauna, ecologia e biodiversidade, além de possuir uma área de exposição onde é possível ter acesso a uma mostra de ecossistemas, incluindo animais taxidermizados.

O Museu Botânico Municipal surgiu em nossa Capital com a doação de uma coleção pessoal do botânico Gerdt Guenther Hatschbach, que consistia em 18 mil de plantas transformadas em exsicatas e catalogadas. Hoje, sediado no Centro de Informação Botânico, no próprio Jardim Botânico, o museu conta com quase 400 mil exemplares nacionais e do exterior.

O projeto está sendo anunciado como um dos maiores museus do país, seguindo modelos de locais semelhantes, como os famosos museus americanos existentes em Washington e Nova York, e é uma promessa de aumentar ainda mais o turismo na capital.

 Fontes: paranaportal.uol.com.br

gazetadopovo.com.br

Sustentabilidade no design de interiores

Ao contrário do que muitos esperam, o design de interiores sustentável não se resume apenas à decoração com peças e materiais recicláveis, mas deve pensar em toda a cadeia produtiva. Observando desde a extração da matéria prima, até seu reaproveitamento ou descarte. As vantagens de

Leia mais »
FALE COM UM CORRETOR